Autoconhecimento, o segredo do ser

Propósito, Espiritualidade e Negócios

Autoconhecimento, o segredo do ser

11 de novembro de 2019 Sem categoria 0

Autoconhecimento, o segredo do ser

“Quem conhece os outros é sábio. Quem conhece a si mesmo é iluminado.”
Lao-Tsé

Antes de qualquer outra coisa, conhecer a si mesmo é uma das questões mais importantes de nossas vidas. Perde-se muito tempo e recursos por não sabermos quem somos, isso se aplica tanto para o adolescente que logo cedo na vida tem que escolher que curso superior cursar, uma escolha que repercutira para o resto de sua vida e obviamente ele ainda não está proto para tomá-la, quanto para o empreendedor, que ao não se autoconhecer, toma uma série decisões erradas e acaba fracassando.

Quem sou eu de verdade?
Quem sou eu de verdade?

Todo ser humano é uma incógnita, ninguém nasce se conhecendo, passamos por um processo intenso de construção da personalidade, fundamentado nos valores de nossas famílias e da sociedade em que vivemos. Nossas características mais pessoais ficam muitas vezes escondidas. Um de nossos trabalhos nesse mundo é o de nos auto descobrirmos, saber o que gostamos de fazer, o que não gostamos, o que fazemos bem, o que não fazemos bem, quais são nossas qualidades e defeitos, quais são nossos objetivos, descobrir quem realmente somos. É possível passar a vida toda sem se descobrir, sem saber quem você é de verdade, a maioria de nós não tem essa resposta, o que causa uma série de problemas e infelicidades na vida. Saber quem somos e quais são as áreas que devemos nos desenvolver é essencial para que possamos alcançar nossos objetivos, isso pode ser a grande diferença entre o sucesso ou o fracasso.

Invista em autoconhecimento

Cada centavo gasto em autoconhecimento tem um retorno espetacular ao longo de sua vida. Você acha que gosta de fazer algo? Experimente! Você acha que não gosta de fazer determinada atividade? Tente fazer e confirme se realmente não gosta. As vezes o melhor meio de nos conhecermos é tentando fazer, tanto o que acreditamos não gostar, quanto o que acreditamos gostar. Toda pessoa vem a este mundo com uma destinação específica – ela tem algo a cumprir, alguma mensagem tem que ser entregue, algum trabalho tem que ser realizado. Você não está aqui por acaso – há um motivo para você estar aqui. Caba unicamente a você descobrir a sua missão.

“O verdadeiro conhecimento vem de dentro.”
Sócrates

Ferramentas de autoconhecimento

Para o autoconhecimento, gosto de usar três ferramentas distintas, na tabela de autoconhecimento você usa seu intelecto e se explora, buscando ver o que gosta, o que não gosta, o que faz bem e o que faz mal e suas qualidades e defeitos. Na Linha da vida +, você cria a sua linha do tempo, usando fotos e anotando fatos importantes em cada etapa de sua vida, também coloca seus diferencias e seus objetivos. A terceira ferramenta, Perguntando a si mesmo, é a mais completa e também a mais difícil de ser utilizada por nossa falta de prática em meditação, ela consiste em silenciar a mente concreta, o intelecto, e perguntar diretamente a si mesmo quem você é, qual o motivo de sua existência. Além disso, é possível perguntar quais são suas fraquezas, quais são suas características que devem ser aprimorados. A ideia do livro “Equilíbrio Empreendedor: O tripé do Sucesso”, assim como o seu título vieram desse tipo de prática, que é extremamente recompensadora se bem aplicada.

TABELA DE AUTOCONHECIMENTO E LINHA DA VIDA +

Veja os exemplos a seguir, esqueça todos os formalismos, são ferramentas única e exclusivas para você se autoconhecer usando seu intelecto. O que você escrever deve fazer sentido para você, deve lhe ajudar a compreender quem você é e a trazer uma visão geral da sua vida.

Linha do tempo +

Tabela de autoconhecimento
PERGUNTANDO A SI MESMO

Os passos dessa técnica são simples, o difícil é colocá-la em prática devido a nossa falta de tranquilidade mental. Coloque uma música relaxante e suave, se tiver uma vela, ou gostar de incensos acenda um, feche seus olhos e apenas relaxe, tente não pensar em nada. Respire lentamente pelas narinas, segure um pouco o ar e libere-o também pelas narinas. Milhões de pensamentos podem surgir, não os prenda e não se recrimine por tê-los, eles lentamente sessarão, deixe que passem e continue tentando não pensar em nada.

Comesse a sentir seu corpo, escute os sons da rua, relaxe, perceba a sua respiração, os batimentos de seu coração. Quando sentir-se bem relaxado, em uma vibração bem diferente daquela no qual você começou a meditação, tente fazer perguntas mentalmente, insista, não se decepcione se as respostas não vierem, em algum momento, nessa ou em outra meditação elas virão. Não tenha pressa pelo resultado, a ansiedade pode prejudicar seus esforços, apenas tente silenciar sua mente concreta e seus pensamentos. Eleve sua frequência e deixe seu próprio eu responder suas indagações. Abra seus olhos e sinta a mudança vibracional em seu corpo, aproveite-a. Repita o processo sempre que possível. A cada nova tentativa tudo será mais fácil, de forma mais fluida, e com melhores resultados. Existem diversos livros, artigos e vídeos no YouTube que podem lhe ajudar a conseguir resultados melhores em suas meditações.


Utilize as ferramentas ao seu gosto, o importante é ir em busca do autoconhecimento, não se prenda aos detalhes, coloque as informações que julgar serem as mais relevantes, que façam sentido para sua vida. Tenha em mente que não existe apenas um caminho, existem vários caminhos únicos, e só você pode descobri-los, os outros podem apenas lhe ajudar e aconselhar.

Minha descoberta

Me descobri como pessoa, como empreendedor e professor utilizando as técnicas mencionadas e também com a ajuda de alguns excelentes profissionais. Hoje eu busco diariamente aprimorar qualidades importantes para a realização de meus objetivos, qualidades das quais tenho diversas deficiências. A chave é enxergar as deficiências relevantes para a conquista de seus objetivos, isso permite a realização do auto-aprimoramento constante. Não tenha receio de expor suas fraquezas, o que lhe torna forte não é escondê-las, e sim superá-las. Existe em nossa sociedade um grande medo de aparentar fraqueza, o que acaba levando as pessoas a preferir esconder suas fragilidades, esse é um dos motivos de nos tornarmos tão medíocres, infelizes e tão desconectados uns dos outros.

Medida Muleta no empreendedorismo

No processo de empreender é possível buscar através de outras pessoas algumas competências de poder pessoal que lhe falte, eu chamo essa atitude de “medida muleta”. No campo das competências de poder pessoal tal atitude é perigosa, pois acaba criando uma dependência de difícil substituição. Se a pessoa que tem as competências complementares deixar o negócio, tudo pode vir abaixo, diferentemente da complementação das competências técnicas e criativas. Recomendo a medida muleta no campo do poder pessoal apenas para suprir os problemas de curto prazo, enquanto o empreendedor se desenvolve.

Esteja no fluxo

É impossível estar no fluxo sem se auto conhecer. Estar no fluxo é basicamente estar fazendo o que realmente gostamos de fazer, que nos da prazer, é estar feliz, é cumprir a nossa missão. Ao fazermos isso, tudo fica mais fácil, simples, o que era esforço vira prazer, o tempo passa de um modo diferente, você vibra de modo diferente e as coisas positivas acabam acontecendo naturalmente.


Eu acredito no potencial de cada um de vocês, está lá, pode estar escondido mas está lá, cabe a você encontrá-lo! Eu estou aqui para te ajudar, e acredito em você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *